Equipa norte-americano dos Jogos Olímpicos de Inverno inova e adere ao Bitcoin

Os Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, que acontecem em Pyeongchang, capital da Coreia do Sul, tem como deportes mais populares o esqui, o snowboard e o hóquei. Porém, é no luge, deporte que utiliza trenós e que é considerado um dos mais perigosos e menos populares dos jogos de inverno, que o Bitcoin ganhou espaço.

A Fundação Luge dos Estados Unidos começou a fazer campanhas para doações de Bitcoin usando o Medium desde Dezembro de 2017. A equipa é o primeiro grupo olímpico a criar sua própria carteira de Bitcoin para aceitar doações em moeda digital.

O director de marketing de luge dos EUA e os antigos medalhistas de prata Gary Sheer disseram que combinar o Bitcoin com o fundo de doação de luge dos EUA é um ajuste natural:

“VOCÊ SABE, OUVIMOS MUITAS PIADAS SOBRE OS LUGERS SEREM LOUCOS, E AS PESSOAS NÃO SABEM POR QUE PRATICAMOS ESSE ESPORTE. MAS LUGE É ALGO QUE ENTRA EM SEU SANGUE E TRANSFORMA SUA VIDA, E OS BITCOINERS QUE CONHECEMOS SABEM EXATAMENTE O QUE É SER ALGUÉM QUE O MUNDO AINDA NÃO APRECIA. NÓS CONSIDERAMOS O BITCOIN DURO, E DEFINITIVAMENTE É UMA RECOMPENSA DE RISCO QUE ENTENDEMOS E ESTAMOS ANSIOSOS PARA VIVENCIAR.”

Embora nenhuma equipe olímpica tenha permissão para expor qualquer tipo de publicidade em seus uniformes ou equipamentos durante os jogos, a equipe norte-americana prometeu promover o Bitcoin em outras competições futuras.

A equipe estabeleceu um cronograma de recompensas que irá depender de quanto Bitcoin eles conseguirão arrecadar:

  • Por 5 Bitcoins: o logótipo do Bitcoin aparecerá nos chapéus da equipe
  • Por 10 Bitcoins: o citado acima, mais o logótipo do Bitcoin costurado em todos os uniformes de apoio da equipe durante a temporada de 2018
  • Por 25 Bitcoins: o citado acima, mais o logótipo do Bitcoin nos trenós pelas próximas duas temporadas
  • Por 50 Bitcoins: o citado acima, mais o logótipo do Bitcoin nos trenós pelas próximas quatro temporadas
  • Por 100 Bitcoins: o citado acima, mais o logótipo do Bitcoin nos uniformes oficiais da equipe por quatro temporadas

A equipe brincou que por 21 milhões de Bitcoins eles prometem “encontrar Satoshi e levá-lo em um trenó” (21 milhões é a quantidade total de Bitcoins que serão lançados no mercado).

Como a Coreia do Sul representa um dos maiores mercados de criptomoedas e o Jogos Olímpicos de Inverno estão acontecendo no país, era de se esperar que vendedores e instalações do evento pudessem aceitar criptomoedas. No entanto, não foi o que aconteceu. De acordo com a Forbes, revista norte-americana, existe apenas um lugar em que é possível comprar usando Bitcoin: uma loja de aluguer de equipamentos de esqui.

Win Free Bitcoins every hour!